caimbra_25500_l

Como a alimentação pode auxiliar nas cãibras?

A cãibra é uma contração rápida e dolorosa de um músculo ou de vários músculos, e que podem afetar qualquer parte do corpo, mas que normalmente surge nos pés, mãos ou pernas, especialmente a panturrilha e a parte de trás da coxa. Quando sentimos cãibra, o organismo está dando sinais de que é preciso repor a água e os sais minerais, como potássio e sódio nesta região. Como essas regiões estão em constante movimento, acabam perdendo os nutrientes com maior rapidez, e o corpo reage mandando sinais de que é preciso repor.

Geralmente, elas não são graves e surgem após a prática de exercício físico intenso, ou devido à falta de água no músculo. Então, se a sua câimbra surge mais de 1 vez por dia ou demora mais de 10 minutos para passar, é recomendado consultar o médico, para identificar a causa e iniciar o tratamento adequado.

Dentre os fatores que podem aumentar o risco de cãibras musculares incluem: Idade avançada, desidratação, atividade física intensa, gravidez, anemia, sedentarismo, fratura óssea, ingestão excessiva de álcool e presença de doenças metabólicas.

Na verdade, a hipopotassemia (baixos níveis sanguíneos de potássio) pode até causar contrações involuntárias, mas seu principal sintoma é fraqueza ou paralisia muscular. Alterações dos níveis de cálcio ou magnésio, são causas mais importantes e comuns de câimbras que a falta de potássio. O melhor tratamento é alongar a área na hora da contração. O alongamento da região estimula a circulação no local e promove a irrigação das veias e a reposição dos nutrientes perdidos, melhorando a dor.

A cãibra está diretamente ligada aos nossos hábitos de vida e é por isso que medidas simples conseguem diminuir a frequência do problema, como: Comer alimentos ricos em minerais como o potássio, magnésio e cálcio, beber cerca de 2 litros de água por dia, fazer alongamentos antes e depois do exercício físico, fazer alongamentos antes de dormir, em caso de câimbra noturna, respeitar seu limite físico para não causar dores por exaustão, evitar alimentos e bebidas diuréticas para amenizar a perda de nutrientes, usar calçados adequados e confortáveis para práticas esportivas ou para quem fica muito tempo em pé.
No caso de a câimbra muscular ser causada por problemas de saúde, como diabetes, doenças no fígado ou falta de minerais; o médico pode recomendar também o tratamento com suplementos nutricionais ou remédios específicos para cada problema.

A banana é rica em potássio, um dos principais minerais responsáveis pelo equilíbrio hidroeletrolítico, ela ajuda bastante na prevenção da contração. É importante o consumo de alimentos ricos em magnésio, potássio, sódio e cálcio de forma equilibrada, para garantir uma ótima contração muscular e diminuir a incidência das cãibras.
Dentre os alimentos que melhoram os sintomas da cãibra estão: Amendoim, abacate, cenoura, chá preto, brócolis, algas, azeitona, bacon, carne seca, amêndoa e castanha-do-Pará.

CLORETO DE MAGNÉSIO P.A.

cloreto

Suplemento de magnésio, mineral envolvido em muitas atividades do organismo.
Benefícios:
– É necessário à formação óssea;
– É fundamental para a formação de serotonina e tratamento de depressão, hiperatividade e TPM;
– Sua deficiência está relacionada a crises de enxaqueca;
– Diminui a pressão arterial e ajuda na prevenção e controle de diabetes;
– Melhora a contração muscular e reduz a fadiga dos músculos prevenindo e tratando câimbras;
– Gestantes têm necessidade de magnésio aumentada.
Sugestão de consumo: Consumir 3 cápsulas ao dia, ou conforme orientação de nutricionista ou médico.

CASTANHA DO PARÁ

castanha

Benefícios:
– É a maior fonte alimentar de selênio, mineral que tem ação antioxidante;
– Seu consumo está relacionado ao bom funcionamento da tireoide, à proteção contra o câncer e contra o envelhecimento precoce;
– Protege contra as doenças do coração, contra o Mal de Alzheimer e contra a infertilidade masculina;
– Garante o bom funcionamento do sistema imunológico, aumentando a resistência a infecções;
– O consumo de apenas uma castanha garante a quantidade de selênio necessária para que os seus benefícios sejam observados;
– Boa fonte de proteínas e de gorduras monoinsaturadas.
Sugestão de consumo: Consumir 2 castanhas ao dia, ou conforme orientação de nutricionista ou médico.

Veja uma receita especial que separamos pra você: http://mundoverde.com.br/bolodecastanha/

PROCURAR POR PALAVRA-CHAVE

shutterstock_325399130

PLANTAS QUE MELHORAM A QUALIDADE DO AR

Conheça as plantas capazes de filtrar e purificar o ar da casa.

SAIBA MAIS

CONHEÇA OS BENEFÍCIOS DA BATATA DOCE

A batata-doce é mais maravilhosa do que você imagina.

SAIBA MAIS
shutterstock_118136980-(1)

DÁ PRA VIVER SEM CARRO?

SIM! Veja o lado positivo de viver sem motor.

SAIBA MAIS
shutterstock_277426841-(1)

REUNIÃO DA GALERA FIT = FESTIVAL DA TAPIOCA!

Bem mais saudável que qualquer churrasco.

SAIBA MAIS
reunião-fit-tapioca
shutterstock_38435221-(1)

VAMOS TREINAR EM UM LUGAR MAIS VERDE?

A natureza pode te ajudar muito na hora de treinar.

SAIBA MAIS

GUIA PARA APROVEITAR SHOWS E FESTIVAIS

Tudo o que você precisa saber para aproveitar muito o dia. Confira!

SAIBA MAIS
shutterstock_292297256

INSCREVA-SE E RECEBA NOSSA NEWSLETTER

Cadê meu Mundo Verde?
Encontre aqui a loja mais pertinho de você.