Dia Mundial sem Tabaco

No dia 31/05 comemora-se mundialmente o dia sem tabaco e este é um ótimo dia para relembrar dos malefícios causados pelo consumo do cigarro, que impacta não somente na saúde, mas também no meio ambiente.

Sabe-se que o cigarro possui mais de sete mil substancias toxicas e dentre elas, a nicotina é a droga que mais causa dependência. A fumaça ao entrar pelos pulmões carrega no mínimo, 2.000 substancias tóxicas em um único trago.

São inúmeros os malefícios a saúde, dentre eles pode-se destacar o risco aumentado de diferentes tipos de câncer, doenças pulmonares e respiratórias. A expectativa de vida diminui significativamente.

Além dos danos causados ao organismo e a saúde, a produção de tabaco gera dados à saúde publica, uma vez que o uso de lenha para aquecer as estufas que secam as folhas de tabaco para produção de cigarro causa impactos nocivos ao meio ambiente, levando ao desmatamento e desequilíbrio ambiental.

No entanto, há quem diga tentar largar o fumo, mas teme o ganho de peso. Muitas pessoas acreditam que a ansiedade gerada pela abstinência, pode levar a compulsão alimentar. Por isso, não se comprometem e não abandonam o vicio.

É inegável o importante papel da nutrição e de uma boa alimentação para controle da ansiedade e abstinência quando o fumo é retirado da rotina. Alguns alimentos são interessantes e contribuem positivamente, como aqueles ricos em antioxidantes e de efeito destoxificante. Neste aspecto, podemos citar:

– Abacate, banana e amaranto: alimentos ricos em triptofano, aminoácido que estimula a produção de serotonina, substancia importante para sensação de prazer e bem estar;

– Frutas cítricas (laranja, limão, tangerina..): ricas em vitamina c, contribuem como a eliminação de toxinas e sistema imunológico;

– Ingerir adequada quantidade de água, considerando aproximadamente 2l por dia. O consumo da água contribui com a hidratação da pele e facilita a eliminação de toxinas do organismo;

– Vegetais crucíferos (brócolis, couve flor, couve manteiga..): ricos em sulforafanos, antioxidante que contribui com o efeito de destoxificação;

– Frutas vermelhas, uva e vinho tinto com moderação: são ricos em resveratrol e antocianinas, antioxidantes que protegem a saúde cardiovascular e o dano das células, através da agressão dos radicais livres;

– Cereais integrais e oleaginosas: fontes de vitaminas do complexo b e minerais como selênio e zinco, atuam na proteção celular contra a agressão dos radicais livres;

– Óleo de coco atua como antioxidante e pode ser adicionado às preparações.

Importante ressaltar que alguns alimentos como carnes vermelhas, café, bebida alcoólica e excesso de açúcares refinados, precisam ser evitados. Todos os estes alimentos estimulam o vicio e dificultam o processo de abstinência.

Este não é um processo fácil, mas é recomendado acompanhamento médico e de um profissional nutricionista.

PROCURAR POR PALAVRA-CHAVE

shutterstock_292297256

GUIA PARA APROVEITAR SHOWS E FESTIVAIS

Tudo o que você precisa saber para aproveitar muito o dia. Confira!

SAIBA MAIS

CONHEÇA OS BENEFÍCIOS DA BATATA DOCE

A batata-doce é mais maravilhosa do que você imagina.

SAIBA MAIS
shutterstock_118136980-(1)

DÁ PRA VIVER SEM CARRO?

SIM! Veja o lado positivo de viver sem motor.

SAIBA MAIS
shutterstock_277426841-(1)

VAMOS TREINAR EM UM LUGAR MAIS VERDE?

A natureza pode te ajudar muito na hora de treinar.

SAIBA MAIS
shutterstock_38435221-(1)
reunião-fit-tapioca

REUNIÃO DA GALERA FIT = FESTIVAL DA TAPIOCA!

Bem mais saudável que qualquer churrasco.

SAIBA MAIS

PLANTAS QUE MELHORAM A QUALIDADE DO AR

Conheça as plantas capazes de filtrar e purificar o ar da casa.

SAIBA MAIS
shutterstock_325399130

INSCREVA-SE E RECEBA NOSSA NEWSLETTER

Cadê meu Mundo Verde?
Encontre aqui a loja mais pertinho de você.