Intolerância à lactose x Alergia à proteína do leite – Mundo Verde
imgpsh_fullsize-2

Intolerância à lactose x Alergia à proteína do leite

Você entende a diferença?

Mesmo sendo o leite e seus derivados, os desencadeadores de ambas as alterações, são dois problemas diferentes e necessitam de tratamentos diferentes também.

Mesmo sendo considerado por muitos como alimento de grande importância na alimentação pelo teor de cálcio, o leite pode ser um dos principais causadores de alergias alimentares e problemas de digestão.

A intolerância à lactose é caracterizada pela incapacidade do organismo de digerir a lactose (açúcar presente no leite e seus derivados) pela deficiência ou pela falta da enzima lactase, tornando o leite um alimento de difícil digestão. A intolerância pode acontecer a qualquer momento, desde a infância, podendo se agravar na vida adulta.

 Pesquisas apontam que grande parte da população adulta tem, em maior ou menor grau, intolerância a lactose. Estes indivíduos apresentam problemas digestivos variados, como: diarreia (sintoma mais comum), náuseas, dor abdominal, distensão abdominal e flatulência após a ingestão de leite e derivados. Porém muitas vezes não relacionam estes problemas ao consumo de lactose.

A intensidade dos sintomas é decorrente da quantidade de lactose ingerida e da tolerância de cada pessoa. O uso de enzima lactase pode permitir o consumo destes alimentos e evitar reações indesejáveis.

Alergia alimentar é uma reação do sistema imunológico a determinadas proteínas encontradas nos alimentos. Em grande parte da população, essas são consideradas inofensivas, mas para aqueles mais sensíveis, a presença destas faz com que nosso sistema de defesa dispare varias reações tentando eliminá-las.

A alergia a proteína do leite é provocada pelas proteínas presentes no leite, que são identificadas pelo sistema imunológico como um agressor, uma substancia estranha e que precisa ser combatida. Neste caso, as principais reações são: diarreia, distensão abdominal e gases, mas também pode causar lesões na pele (urticária e coceira), problemas respiratórios, inflamação da mucosa intestinal ou mesmo feridas e sangramentos intestinais.

Neste caso, os sintomas aparecem na primeira infância e a alergia é descoberta logo no inicio, podendo melhorar com o passar dos anos. O tratamento, em casos de alergia, baseia-se na exclusão, durante toda a vida, de leite e seus derivados que contenham sua proteína, a fim de evitar a reação alérgica pelo organismo.

Mas e o cálcio presente nesses alimentos?

Atualmente no mercado, existem diversas opções de alimentos sem lactose e que contribuem com a adição de cálcio na dieta. Bebidas vegetais, por exemplo, são à base de soja, amêndoas e castanhas e servem como alternativas ao leite de vaca. A inclusão de folhas de cor verde-escura na dieta, como o espinafre, a couve, os brócolis e a folha de mostarda, deve ser feita, pois são ótimas fontes de cálcio, que auxiliarão na manutenção de ossos e dentes mais fortes.

Salmão, sardinha, mariscos e camarão também podem ser acrescentados ao cardápio para aumentar o aporte de cálcio. A quinoa e o amaranto, grãos vegetais, também são ricos nesse mineral e podem ser consumidos com a mesma finalidade.

Mas não se esqueça: a orientação de um profissional que o auxilie na readequação de seus hábitos alimentares, de acordo com suas necessidades individuais, é muito importante.

 

LACTASE EM SACHÊ

Suplemento de Lactase, enzima que ajuda na digestão da lactose encontrado em leite e derivados.

Benefícios:

Ajuda na digestão de lactose;

Facilita a digestão do leite e seus derivados, evitando incômodos como gases, cólicas, inchaço, ou diarreia, causados pela ingestão de lactose por intolerantes;

Apresentação em sachês.

Sugestão de consumo: Tomar de 1 a 2 sachês ao dia, diluídos na bebida de sua preferência ou de acordo com sua necessidade e indicação do médico e/ou nutricionista.

Cookies Sem Glúten, Sem Leite e Sem Ovo.

Benefícios:

Sem conservantes artificiais;

Ideal para celíacos e para quem faz dieta com restrição ao glúten;

Ideal para alérgicos a proteína do leite e intolerantes a lactose;

Fonte de fibras relacionadas à saciedade e ao bom funcionamento do intestino;

Encontrado nos sabores: cacau, coco e maçã com canela.

Sugestão de consumo: Ideal para lanches intermediários, café da manhã e opção saudável para lancheira escolar.

Veja uma receita especial que separamos pra você: http://mundoverde.com.br/alfajor-com-amaranto/

PROCURAR POR PALAVRA-CHAVE

shutterstock_325399130

PLANTAS QUE MELHORAM A QUALIDADE DO AR

Conheça as plantas capazes de filtrar e purificar o ar da casa.

SAIBA MAIS

CONHEÇA OS BENEFÍCIOS DA BATATA DOCE

A batata-doce é mais maravilhosa do que você imagina.

SAIBA MAIS
shutterstock_118136980-(1)

VAMOS TREINAR EM UM LUGAR MAIS VERDE?

A natureza pode te ajudar muito na hora de treinar.

SAIBA MAIS
shutterstock_38435221-(1)

GUIA PARA APROVEITAR SHOWS E FESTIVAIS

Tudo o que você precisa saber para aproveitar muito o dia. Confira!

SAIBA MAIS
shutterstock_292297256
reunião-fit-tapioca

REUNIÃO DA GALERA FIT = FESTIVAL DA TAPIOCA!

Bem mais saudável que qualquer churrasco.

SAIBA MAIS

DÁ PRA VIVER SEM CARRO?

SIM! Veja o lado positivo de viver sem motor.

SAIBA MAIS
shutterstock_277426841-(1)

INSCREVA-SE E RECEBA NOSSA NEWSLETTER

Cadê meu Mundo Verde?
Encontre aqui a loja mais pertinho de você.