MundoVerde_8810_Imagem-blog_Mindful

Mindful Eating

Mindful Eating: a importância de comer com consciência

Prestar atenção na comida, valorizando seus detalhes, é a base deste método revolucionário

Quantas vezes você se alimentou, e, percebeu que não deu atenção à comida? A frase “ué, cadê a comida que estava aqui” é comum para muita gente. O Mindful Eating, que pode ser traduzido como “comer consciente”, luta contra esta falta de atenção.

Trata-se de desfrutar a comida, valorizar cores e texturas, e sentir a fragrância e o aroma. Tudo isso em uma velocidade bem diferente do que a maioria das pessoas estão acostumadas. A ideia é comer devagar, saboreando cada um dos ingredientes.

Segundo a Dra. Paula Teixeira, médica e instrutora profissional de Mindfulness para Saúde pela Unifesp, é normal descontar os problemas na comida. “Com o mundo cada vez mais frenético nós levamos a nossa ansiedade, os problemas e o estresse quando vamos comer e isso influencia nossas escolhas alimentares”, explica.

 

Benefícios do Mindfull Eating

Comer consciente, segundo a médica, ajuda a diferenciar quando se está realmente com fome e quando é o momento de parar de comer. “Aprende-se a alimentar a fome física e a diferenciá-la da fome emocional”, explica Paula.

Paula explica ainda que comer com atenção plena ajuda a descobrir os motivos pelos quais as pessoas comem. Será que você está comendo para se nutrir? Ou será que está comendo para gerenciar sua vida e emoções desafiadoras?

Estudos também apresentam os benefícios do Mindful Eating no tratamento da compulsão alimentar, depressão e ansiedade. Um deles mostrou que em 95% de pessoas, o uso do método curou o transtorno da compulsão alimentar periódica (TCAP).

Ainda segundo a médica, colocar o Mindful Eating em prática no dia a dia também ajuda a diminuir o colesterol e melhora a saúde cardiovascular. Também aumenta a vontade de comer melhor e fazer exercícios físicos.

 

Os pilares do Mindful Eating

1) Coma quando estiver com fome: note as sensações em seu corpo que lhe dão essa mensagem. Explorar essas sensações irá ajudar a identificar se esta realmente com fome. Quem aprende a comer só quando tem fome, não come alimentos em horas erradas.

2) Verifique a comida que está disponível, os nutrientes que ele contém e como ela pode ser preparada. Seu corpo é capaz de fazer melhores escolhas, quando você aprende a ouvir o que é realmente melhor para você novamente.

3) Prepare os alimentos: quando você cortar, cozinhar, observar as várias texturas e cheiros dos alimentos, você sintonizará seu corpo com os alimentos que você irá comer.

4) Desfrute da comida enquanto come, e foco nos alimentos!
Quando estiver prestes a comer, note as cores, formas e texturas. Sinta o cheiro da comida. Quando morder, perceba todos sabores diferentes. Coma com calma, com a mente presente e com o foco nos alimentos. Lembre-se: o estresse pode levar a indigestão. Desfrutar a comida envia sinais de plenitude para o seu cérebro.

5) Enquanto come e depois que terminar, note as sensações em seu corpo de plenitude gástrica, saciedade e satisfação. Tente até diferenciar e dar uma nota para cada um dessas sensações. Perceba os sabores que perduram em sua mente e na sua boca. Fique ciente dos sentimentos depois que você comeu e o corpo vai voltar ao estado de repouso e vai ajudar na digestão.

6) Depois de algumas horas, note como você ficou depois de sua refeição. Lembre-se não existem alimentos bons ou ruins, mas sim alimentos que te deixam bem e confortável e alimentos que te deixam com mal estar, cansaço, indigestão ou indisposição.

7) Use seu corpo como guia e seu cérebro vai fazer melhores escolhas futuras pelo simples fato de você ter noticiado a ele que talvez aquele alimento não faz você se sentir tão bem depois de ser comido.

 

Auto-aceitação

Não é apenas a saúde do nosso corpo que precisa de cuidado. É importante pensar na saúde mental. “Quando praticamos a atenção plena através da meditação, da alimentação consciente e do gerenciamento de nossas emoções, nossa fisiologia interna muda, o que nos aproxima da saúde total, ideal e perfeita do corpo e da mente”, diz Paula.

Quem está acima do peso e busca eliminar uns quilinhos de forma saudável também se beneficia com o método. “Existem pessoas que emagrecem, pois passam a comer mais alimentos in natura, menos industrializados, a se moverem mais, a não comer mais porque estão tristes, ansiosas e estressadas”, diz Paula.

No entanto, emagrecer requer paciência. ”Dietas em geral tem foco na perda de peso. No Mindful Eating a gente foca em cuidar de nós mesmos. Isso faz com que deixemos de ser imediatistas”, esclarece. Por isso, é importante saber que perder peso não é o objetivo principal do método, mas sim uma consequência natural do processo.

 

Pela Jornalista Fernanda Lima

PROCURAR POR PALAVRA-CHAVE

shutterstock_38435221-(1)

VAMOS TREINAR EM UM LUGAR MAIS VERDE?

A natureza pode te ajudar muito na hora de treinar.

SAIBA MAIS

REUNIÃO DA GALERA FIT = FESTIVAL DA TAPIOCA!

Bem mais saudável que qualquer churrasco.

SAIBA MAIS
reunião-fit-tapioca

CONHEÇA OS BENEFÍCIOS DA BATATA DOCE

A batata-doce é mais maravilhosa do que você imagina.

SAIBA MAIS
shutterstock_118136980-(1)

PLANTAS QUE MELHORAM A QUALIDADE DO AR

Conheça as plantas capazes de filtrar e purificar o ar da casa.

SAIBA MAIS
shutterstock_325399130
shutterstock_292297256

GUIA PARA APROVEITAR SHOWS E FESTIVAIS

Tudo o que você precisa saber para aproveitar muito o dia. Confira!

SAIBA MAIS

DÁ PRA VIVER SEM CARRO?

SIM! Veja o lado positivo de viver sem motor.

SAIBA MAIS
shutterstock_277426841-(1)

INSCREVA-SE E RECEBA NOSSA NEWSLETTER

Cadê meu Mundo Verde?
Encontre aqui a loja mais pertinho de você.